AMRIGS - Associação Médica do Rio Grande do Sul
    
 
Área do Associado



 


 

Conscientização e prevenção sobre a Doença Falciforme - Dr. Alfredo Floro Cantalice Neto


 
A data de 19 de junho marca o Dia Mundial de Conscientização sobre a Doença Falciforme (DF), iniciativa da Organização das Nações Unidas (ONU) que busca dar visibilidade e reduzir as taxas de morbidade e mortalidade da enfermidade. Trata-se de uma das doenças genéticas mais comuns no Brasil e no mundo. De acordo com dados do Ministério da Saúde, a cada ano nascem, no país, cerca de 3.500 crianças portadoras da enfermidade e 20% delas não atingem os cinco anos de idade, se não tiverem o acompanhamento médico adequado.

Por ser uma patologia crônica e degenerativa pode provocar incapacidade e, infelizmente, ainda não tem cura. A causa é a presença da Hemoglobina anômala, a Hemoglobina S. O diagnóstico precoce e o tratamento adequado são fundamentais. Ao contrário do que muitas pessoas pensam, não é contagiosa, uma vez que é transmitida dos pais para os filhos. Seus principais sintomas são dores crônicas, infecções e icterícia (olhos e pele amareladas) presentes no primeiro ano de vida. As complicações podem afetar quase todos os órgãos e sistemas dos portadores, o que gera elevada morbidade, redução da capacidade de trabalho e da expectativa de vida.

O diagnóstico é feito por meio do Teste do Pezinho, que deve ser realizado na primeira semana de vida do bebê. Para as crianças a partir de quatro meses e adultos também pode ser feita a eletroforese de hemoglobina. Outra medida importante é o exame que previne os acidentes vasculares cerebrais: o “Doopler Transcraniano”. Existe ainda a Prova de falcização, também chamada de teste de hemoglobina S, que é usado para detectar células falciformes que estejam gravemente deformadas.

O tratamento inclui a prevenção das situações que levam à modificação da forma das hemácias, como desidratação, infecções, estresse físico ou emocional e exposição desnecessária a temperaturas extremas. Para combater as crises de dor são utilizados hidratação e analgésicos. Para as demais complicações, o paciente deve procurar o serviço de saúde. A AMRIGS está engajada na campanha do Dia Mundial de Conscientização sobre a Doença Falciforme, por meio de seu projeto “Saúde Preventiva: Pratique essa Ideia!”. A ideia é informar, orientar e conscientizar sobre a enfermidade para que seus portadores tenham uma vida saudável e produtiva.

* Alfredo Floro Cantalice Neto é médico pediatra e presidente da AMRIGS.







 
ARTIGOS

Conscientização e prevenção sobre a Doença Falciforme
Dr. Alfredo Floro Cantalice Neto
Em defesa do plano de carreira no setor público
Dr. Alfredo Floro Cantalice Neto
Falando sobre depressão sem preconceito
Dr. Jair Escobar
Ver Todas
JORNAL AMRIGS

Ver Todas
REVISTA DA AMRIGS

Ver Todas
AMRIGS NA MIDIA

Ver Todas