AMRIGS - Associação Médica do Rio Grande do Sul
    
 
Área do Associado



 


 

 
   
 

Perdeu a carteirinha de vacinação? Saiba o que fazer

A vacinação é uma forma eficaz - e, muitas vezes, a única alternativa - para prevenir doenças, seja em crianças ou em adultos. Por isso, é importante manter a caderneta de vacinas atualizada. A caderneta é o único documento que precisa ser apresentado na hora de receber a imunização, mas a perda do mesmo não impede que crianças e adolescentes sejam vacinados.

Começa nesta segunda-feira (6/8) a Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e ao Sarampo. Leve seu pequeno ao posto de vacinação mais perto de sua casa (mesmo se ele já tiver sido vacinado).E não se esqueça de levar a caderneta. O período segue até 31 de agosto.

Se o cidadão perder a própria caderneta ou a de crianças da família, basta ir ao posto ou unidade de saúde no qual a pessoa foi vacinada. Lá, os profissionais vão resgatar as informações na ficha de registro, onde todas as vacinas aplicadas são anotadas, e fornecer a 2ª via do documento.

Em caso de dúvida ou impossibilidade de obter essas informações nas unidades de saúde, o cidadão pode buscar no Ministério da Saúde, por meio do Programa Nacional de Imunização, mais informações. O programa é responsável pela avaliação e encaminhamento dos questionamentos das atividades de vacinação das unidades de saúde.

Recomendação

O Ministério da Saúde avisa que o cartão de vacinação é um documento que deve ser guardado junto aos demais documentos pessoais. Sua emissão pode ser feita em qualquer unidade do Sistema Único de Saúde (SUS) ou em clínicas particulares — basta apresentar um documento com foto. O cartão deve ser atualizado sempre que uma nova vacina for tomada.

Dia D de mobilização nacional - 18 de agosto, sábado, todos os postos do país estarão abertos.

Fonte: Comunicação Interna/ASCOM/GM/MS
Fotos:
Data: 06/08/18      Atualizada em: 06/08/18
Tags: carteira de vacinação , sarampo , poliomielite , campanha de vacinação , Brasil , Ministério da Saúde , tríplice viral , tetra viral ,









 
ARTIGOS

A fragilidade da democracia da República do Brasil
Dr. Albino Julio Sciesleski
Conscientização e prevenção sobre a Doença Falciforme
Dr. Alfredo Floro Cantalice Neto
Em defesa do plano de carreira no setor público
Dr. Alfredo Floro Cantalice Neto
Ver Todas
JORNAL AMRIGS

Ver Todas
REVISTA DA AMRIGS

Ver Todas
AMRIGS NA MIDIA

Ver Todas