Notícias

28/10/2019 - Evento estimula estudantes de Medicina a projetarem o futuro de suas carreiras



Promovido pelo Departamento Universitário da AMRIGS, curso I Futuro Médico abordou as novas tendências para o profissional médico

Desde a aprovação no vestibular até o exercício pleno da Medicina, o profissional passa por diversas etapas que vão moldando e formando sua capacidade técnica. O Departamento Universitário (DU) da Associação Médica do Rio Grande do Sul (AMRIGS) promoveu na tarde de sábado (26/10),  a primeira edição do Futuro Médico, um evento focado em debater os principais temas da profissão na visão do acadêmico de Medicina e auxiliá-lo em sua jornada.

Na solenidade de abertura, o diretor científico e cultural da AMRIGS, Marcus Vinícius Ambrosini Mendonça, ressaltou a importância de encontros e painéis que projetem os próximos anos da profissão.

- Os estudantes de Medicina são o futuro. Por isso, tirar suas principais dúvidas e fortalecer sua trajetória profissional é um serviço à comunidade médica - afirmou o diretor, que esteve ao lado da presidente do Departamento Universitário da AMRIGS, Kathrine Meier e do presidente da Unicred Porto Alegre, José Carlos Boeira.



Para a presidente do DU AMRIGS, Kathrine Meier, o I Futuro Médico representou uma oportunidade de abordar visões que não estão em sala de aula e fazem parte da carreira.

- Os anos passam voando e quando vemos já estamos realizando as provas de especialização, os concursos e sentimos que precisamos estar preparados. As mudanças do mundo devem nos provocar reflexões e muitas vezes não temos espaço para refletirmos sobre isso nas universidades - relatou.



Na primeira palestra do dia, com o tema "Eu sei estudar?", o médico pneumologista e professor universitário, Roberto Tonietto, apresentou formas e mecanismos de se otimizar os estudos e qualificar o conhecimento médico.

- Os estudos, ao longo de toda vida médica, são imprescindíveis e organiza-lós é essencial. A obrigação de todo profissional é ter conhecimento técnico. Este é o compromisso dele com a sociedade e com seus pacientes - explicou.



Responsável por tratar do tema "Currículo Lattes, a visão de um preceptor", o médico nefrologista, Diego da Rosa Miltersteiner, esclareceu as principais dúvidas dos acadêmicos a respeito das provas de residência, concursos e como estruturar seu Currículo Lattes de forma adequada.

- Qualidade como o domínio da língua inglesa são fundamentais, pois os principais estudos da área estão neste idioma e devem ser lidos pelos profissionais na íntegra, para que eles possam elaborar suas reflexões a partir do que leram - apontou.



Após o coffee break, foi realizado o Momento Unicred, foi comandado pelo CEO da E-Medical Solution, Gustavo Ceolan, e provocou reflexões sobre as novas perspectivas.

- O médico precisa ter uma visão empreendedora. É com este olhar e com este enfoque que ele poderá ser protagonista das mudanças da profissão em todo o país - ressaltou o executivo.



Através de uma ótica digital, com o tema "Mídias Digitais para Médicos", o médico pneumologista, Carlos Eurico Pereira, finalizou o evento apresentando aos estudantes como trabalhar a sua marca profissional.

- Nós somos treinados para sermos técnicos e precisos, mas podemos expandir isso com maior conhecimento e entendendo a importância do Marketing. Não ter presença online é um grande erro que os médicos cometem ao iniciarem o exercício da profissão. A imagem nas redes sociais é tão importante, quanto na vida real e precisa ser construída da forma correta - salientou.



O evento foi organizado pelo DU AMRIGS, em parceria com a Unicred Porto Alegre.





Fonte: Ascom AMRIGS

Fotos: Vitor Figueiró



Todas Notícias