Notícias

14/01/2020 - SES projeta agilizar e desburocratizar a entrega de medicamentos especiais



Está em pauta na Secretaria da Saúde (SES) uma nova forma de realizar a entrega dos medicamentos especiais, sob responsabilidade de compra do Estado, para os municípios gaúchos. A secretária da Saúde, Arita Bergmann, e o coordenador da Política de Assistência Farmacêutica, Roberto Schneiders, discutiram com a diretoria da Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs), nesta segunda-feira (13), a elaboração do projeto de remodelação desta logística. “Este é um projeto estruturante do Governo, em que estamos trabalhando em parceria com a Secretaria da Fazenda”, explicou a secretária Arita. “Precisamos agilizar o processo de entrega desses insumos, porque os cidadãos que fazem uso deles não podem esperar.”

A vice-presidente da Famurs e prefeita de Cristal, Fábia Richter, colocou a necessidade de encurtar distâncias e a burocracia desde a compra do medicamento por parte do Estado até a entrega ao cidadão. Hoje, cada Coordenadoria Regional de Saúde (CRS) é responsável por buscar em Porto Alegre os medicamentos dos municípios de sua abrangência, e cada município os buscam na respectiva coordenadoria. Para o município da prefeita Fábia, por exemplo, os medicamentos passam por Cristal, seguem até Pelotas, para depois retornarem cerca de 100 quilômetros de volta ao município de destino. “Estamos falando de remédios e insumos que necessitam de cuidado e, muitas vezes, refrigeração”, disse a prefeita.

Participou também da reunião o presidente da Famurs e prefeito de Palmeira das Missões, Eduardo Freire, e o diretor de assuntos municipais da instituição, Rodrigo Westphalen Leusin.

Fonte: Ascom SES/RS

Foto: SES/RS



Todas Notícias