Notícias

24/03/2020 - Coronavírus: todos devem falar a mesma língua



Associação Médica do Rio Grande do Sul (AMRIGS) orienta população que tenha cautela com o excesso de informação e notícias falsas envolvendo o coronavírus

A propagação do coronavírus no Brasil trouxe um cenário não visto, talvez, em toda a história do país. A situação delicada do ponto de vista de saúde exige que toda população siga a mesma orientação. Nesse momento, é preciso calma e muito cuidado com o excesso de notícias que chegam através de diversos canais não oficiais.

“Estamos passando por uma situação muito delicada do ponto de vista de saúde e todos precisam seguir as mesmas orientações. A importância dos cuidados coletivos são ainda mais essenciais do que o cuidado individual. Em uma situação de pandemia, todos devem falar a mesma língua. Muitas pessoas estão passando por uma outra epidemia que é a do excesso de informação. Por isso, é necessário termos cautela. Em um período como esse, todos nós devemos fazer simplesmente duas coisas: isolamento social e medidas de higiene”, explica o médico de família e comunidade e diretor científico e cultural da AMRIGS, Marcos Vinícius Ambrosini Mendonça.

O médico ressalta que há canais de comunicação oficiais do Ministério de Saúde que precisam ser seguidos e é fundamental que a população sempre tenha em mente os dois objetivos principais da crise que é o manter-se em casa e promover a higiene necessária.

“No momento em que as pessoas recebem uma enxurrada de outras informações, elas podem acabar esquecendo-se do primordial que são esses dois cuidados”, completa Marcos.

Médicos

A AMRIGS está transmitindo toda sua força e apoio aos médicos que estão atendendo pacientes, aos que estão ajudando outros médicos no formato de consultoria e a todos os profissionais que estão junto à comunidade de forma solidária para tentarmos combater o coronavírus.

“Peço aos médicos, neste momento, que não compartilhem evidências duvidosas e fake news e evitem propagar discurso de pânico à nossa população para que não sejam desabastecidos mercados e farmácias de forma desnecessária. A população espera dos médicos segurança, tranquilidade e carinho. Trabalhando juntos, vamos vencer o coronavírus”, finaliza o médico Marcos Vinícius.

Fonte: Ascom AMRIGS

Foto: AMRIGS



Todas Notícias