Notícias

06/07/2020 - AMRIGS e parceiros orientam sobre como minimizar impactos da pandemia de COVID-19 em clínicas e consultórios



A pandemia de coronavírus obrigou a maioria das empresas a adotar o método home office por questões de prevenção e segurança. Mas o profissional da área da saúde é incapacitado de deixar o seu local de trabalho, principalmente se tratando de hospitais, por ser serviços essenciais durante este momento que estamos vivendo. São eles que estão na linha de frente de combate à doença. Além disso, o impacto da pandemia ao redor do mundo já está sendo sentido em vários níveis econômicos em diversos empreendimentos.

Com isto em mente, a Associação Médica do Rio Grande do Sul (AMRIGS) apresenta dicas, através de seus parceiros, ao médico associado da entidade, para minimizar as despesas de consultórios e clínicas que podem estar fechados ou com atendimentos reduzidos, e o choque social e financeiro em tempos de pandemia.

Mais do que nunca, é fundamental ter conhecimento sobre seus investimentos e receitas. Em função do baixo movimento em consultórios por conta da COVID-19, a Priorizzi recomenda planejar seus gastos, projetar as entradas, comparar preços e negociar prazos.?? É muito importante manter o vínculo com o seu paciente. Também é fundamental estar atento às medidas do governo para parcelamentos de impostos e as questões?? trabalhistas.

A consultoria RH Mattos, em parceria com a AMRIGS, orienta sobre redução de jornada de trabalho com preservação de renda, contribuição previdenciária, prazos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e suspensão do contrato de trabalho com a relação entre empregador e empregado.

O atendimento ao médico e à comunidade não parou. Mais informações podem ser obtidas com o Núcleo de Relacionamento da AMRIGS pelo telefone/WhatsApp (51) 99549-5609 ou através do e-mail csa@amrigs.org.br



Todas Notícias