Notícias

18/01/2021 - NOTA PÚBLICA AMRIGS - APOIO À VACINAÇÃO CONTRA COVID-19



A Associação Médica do Rio Grande do Sul (AMRIGS), maior entidade médica do nosso Estado, reforça seus propósitos de fomento à discussão em torno da ciência médica e da difusão irrestrita do conhecimento médico-científico a toda nossa comunidade.

No ano de seu aniversário de 70 anos, legitimada por representar todo movimento médico associativo gaúcho, buscamos sempre a promoção das melhores práticas médicas.

A AMRIGS entende a importância do momento vivido frente à pandemia mundial da COVID-19 e mantem-se atenta e preocupada com os números em nosso estado: 506.885 casos confirmados e 9.921 óbitos são os dados atualizados.

No dia de ontem, Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), aprovou o uso emergencial e temporário de duas vacinas contra o coronavírus. Ambas, após revisão e apresentação dos pareceres técnicos, foram recomendadas à aprovação, pois atendem aos critérios obrigatórios de segurança e eficácia estabelecidos pelo órgão regulador brasileiro.

Com a aprovação da ANVISA, tanto da vacina produzida pelo laboratório chinês Sinovac Biotech, em parceria com o Instituto Butantan, a Coronavac, como da vacina produzida pelo laboratório AztraZeneca/Universidade de Oxford, em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz, abre-se o caminho para o tão esperado início da imunização no Brasil.

Cabe agora ao Ministério da Saúde o recebimento das centenas de milhares de doses, de ambas vacinas, e a distribuição imediata e proporcional a todos os estados brasileiros, seguindo o delineamento dos grupos prioritários.

A AMRIGS saúda com otimismo este momento histórico no combate à pandemia do coronavírus e conclama toda a população gaúcha a aderir ao Plano Estadual de Vacinação Contra a COVID-19 do Rio Grande do Sul.

Lembramos que a importância da vacinação não está somente na proteção imunológica individual, mas sobretudo na sua aplicação de forma coletiva e na possibilidade de contenção da propagação da doença.

Ainda, enquanto a imunização não for possível a todos, reiteramos a importância da manutenção dos protocolos protetivos individuais - usar máscaras, lavar as mãos, manter distanciamento social - sabidamente eficazes e imprescindíveis para assegurar menor risco de contágio.


Porto Alegre, 18 de janeiro de 2021.

Dr. Gerson Junqueira Jr.
Presidente
Associação Médica do Rio Grande do Sul



Todas Notícias