Notícias

26/03/2021 - AMRIGS, SARGS e SOTIRGS: recomendações para enfrentamento da COVID-19 - segunda onda no Rio Grande do Sul e desabastecimento nacional de fármacos



A Associação Médica do Rio Grande do Sul (AMRIGS), a Sociedade de Terapia Intensiva do Rio Grande do Sul (SOTIRGS) e a Sociedade de Anestesiologia do Rio Grande do Sul (SARGS) vêm registrar a sua preocupação com o crescimento, em todo o Brasil, do número de pacientes com Covid-19 e que necessitam de atendimento hospitalar. Uma parcela significativa desses pacientes apresenta indicação de internação em Unidades de Terapia Intensiva, com necessidade de sedação, intubação e ventilação mecânica.

O agravamento da pandemia em todo o território nacional determinou um consequente aumento no consumo de medicamentos sedativos, analgésicos e bloqueadores euromusculares, decorrente da necessidade de intubação traqueal e manutenção da ventilação mecânica nos pacientes acometidos de forma mais grave pela Covid-19. Evidentemente, o risco de esgotamento dos estoques desses fármacos utilizados em terapia intensiva é relevante e deve ser constantemente avaliado.

Dentro deste contexto, buscamos emitir recomendações e estabelecer estratégias mais coordenadas no sentido de minimizar ao máximo o risco de desabastecimento desses insumos para a nossa população.

Clique aqui e veja as recomendações na íntegra.

Foto: NCM AMRIGS



Todas Notícias