Notícias

28/06/2022 - Pedro Ruas apresenta suas propostas de gestão do Piratini em reunião da diretoria da AMRIGS



Pedro Ruas (PSOL) foi o sétimo pré-candidato ao governo do Rio Grande do Sul a participar da reunião da diretoria da Associação Médica do RS (AMRIGS), na noite de segunda-feira (27/06), dando sequência à série de encontros com os pré-candidatos já lançados pelos diferentes partidos.

As agendas fazem parte da diretriz da atual diretoria da AMRIGS em aproximar os médicos e os agentes políticos postulantes ao cargo de governador.

A todos os pré-candidatos será apresentada uma pauta básica da Diretoria da AMRIGS. Além disso, todos os políticos, acompanhados de suas assessorias políticas e de comunicação, fazem a apresentação de suas propostas básicas de governo.

A oficialização das candidaturas acontecerá no dia 15 de agosto.

Este ano, dando sequência à tradição democrática da AMRIGS, será realizado o debate AMRIGS/Rádio Guaíba/Correio do Povo no primeiro e segundo turnos da eleição para governador do Estado nas dependências da Associação.

Pautas com pré-candidatos ao Palácio Piratini:

- Apresentar a AMRIGS como entidade que representa a Medicina Gaúcha, incentivadora da ciência e cultura médicas, além de espaço qualificado para debates sobre as tendências nas diversas áreas da Medicina;

- Em 2021, a AMRIGS completou 70 aos e representa atualmente 49 sociedades de especialidades médicas do Rio Grande do Sul;

- Há 50 anos, a AMRIGS realiza a Prova AMB/AMRIGS, que qualifica e credencia médicos recém-formados para ingressarem nos programas de Residência Médica dos hospitais. Além do Rio Grande do Sul, a avaliação é aplicada em mais cinco estados brasileiros;

- A AMRIGS está lançando o Centro de Simulação e Treinamento Clínico, que vai ser entregue em outubro de 2022 e será o maior centro do gênero no Rio Grande do Sul. Será equipado com salas de aula, auditório, UTI, centro obstétrico, centro cirúrgico e local para simulação de atendimentos de emergências em áreas externas, como acidentes automotivos e catástrofes naturais;

- Atendimento médico à demanda represada no cenário pós-COVID, especialmente nos polos de saúde mais afastados da capital Porto Alegre.

Fonte: ASCOM AMRIGS
Foto: Gracielle Balsan 



Todas Notícias