Notícias

25/11/2022 - Observatório do Câncer vai colocar o Rio Grande do Sul na vanguarda da investigação de casos da doença



Em solenidade realizada na Associação Médica do Rio Grande do Sul foi lançada plataforma inovadora que oferecerá dados indicadores de diversos tipos de câncer

A iniciativa intitulada de “Observatório do Câncer”, apoiada pela Associação Médica do Rio Grande do Sul, vai oferecer dados importantes para gestores da saúde e médicos. Este projeto da Secretaria Estadual de Saúde do Governo do Estado do Rio Grande do Sul tem apoio técnico e execução do Núcleo Técnico Científico de Telessaúde do Rio Grande do Sul, o TelessaúdeRS. Conta, também, com apoio da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Fundação de Apoio da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (FAURGS) e Conselho das Secretarias Municipais de Saúde do Rio Grande do Sul (COSEMS-RS).

O lançamento realizado na noite desta quinta-feira (24/11), trouxe uma visão otimista da investigação para a doença que é tão importante e tem a necessidade, cada vez mais, de estudos para trabalhar com prevenção, diagnóstico e tratamento.

“Teremos um estudo real em cada neoplasia e patologia e como está sendo feito o trabalho em cada município ou região”, explicou o presidente da AMRIGS, Dr. Gerson Junqueira Jr.

A secretária adjunta da Saúde do Rio Grande do Sul, Ana Costa, lembrou que muitas vezes os dados epidemiológicos são de difícil compreensão.

“Um município precisa de informações para trabalhar em ações preventivas que são importantes. Estamos falando de uma doença que mata muito, que traz dores para famílias e implica em impacto financeiro que não são desejados pelo setor público. Queremos ajudar o cenário do ponto de vista preventivo e mudar os resultados finais na vida das pessoas. Estamos apostando muito que esse tipo de ação interativa, possa fazer a diferença. Contamos com pessoas que possuem expertise na medicina e nas sociedades médicas que podem ajudar a compor essa base do observatório de modo que, quem precise pesquisar, possa fazer um bom uso da ferramenta”, detalhou.

O vice-coordenador geral do TelessaúdeRS UFRGS, Dr. Natan Katz, destacou a importância do envolvimento de várias instituições e órgãos da sociedade.

“Temos de pensar que não é um problema só da universidade ou só do gestor da saúde. Se não conseguirmos envolver a sociedade, os resultados não serão plenos. Sabemos que a pandemia já trouxe reflexos em estatísticas de casos de câncer não tratados, mas que serão ainda sentidos pelos próximos anos. Portanto, a ideia é que o Observatório seja algo em construção. Começamos com os dados do câncer de colo de útero e queremos, aos poucos, que ele vá ganhando cada vez mais informações”, ressaltou.

O e-mail para dúvidas ou sugestões é o cronicas@saude.rs.gov.br

Sociedade Gaúcha de Oncologia Clínica

Durante a solenidade foi realizada também a posse da nova diretoria da Sociedade Gaúcha de Oncologia Clínica (SOGOC).

"Teremos um trabalho muito grande em discutir, apoiar e fomentar o desenvolvimento da oncologia, visto que o câncer é o grande causador de mortes no mundo. São 700 novos mil casos, que deverão ser diagnosticados, sendo que a maioria está no Sul e Sudeste. Nosso papel é extremamente importante e estar junto com a AMRIGS é essencial", afirmou o presidente eleito, Dr. Alan Azambuja.

A diretoria da entidade terá em sua formação: o presidente Alan Azambuja; a vice-presidente, Cristiane Petrarca; diretores do Exercício Profissional, Guilherme Sartori e Christina Oppermann; diretores de Relacionamento Privado, Rodrigo Vilarroel e Helena Andrade; Diretores de Relacionamento Público, Antônio Dall Pizzol e Sheila Schuch; diretores de divulgação, Bianca Tabajara e Sabrina Gehrke e diretores científicos, Pedro Liedke e Henrique Traesel.

Fonte: Marcelo Matusiak
Fotos: Marcelo Matusiak 



Todas Notícias