Saúde debate amamentação como chave para o desenvolvimento sustentável

Categoria:

Compartilhar:

publicada em

Saúde debate amamentação como chave para o desenvolvimento sustentável

Foi realizado nesta sexta-feira (5) o Oitavo Seminário Estadual da Semana Mundial de Amamentação e Terceiro Seminário Estadual da Estratégia Amamenta Alimenta Brasil. O evento integra as semanas estadual e mundial do Aleitamento Materno, comemoradas entre 1º e 7 de agosto. Neste ano, o seminário aborda o tema “Amamentação: uma chave para o desenvolvimento sustentável”.

Durante a abertura do evento, o diretor do Departamento de Ações em Saúde, Elson Farias, destacou o vínculo entre família e bebê estimulado pela amamentação. “Mais do que uma ação que acontece entre mãe e criança, o aleitamento materno é um ato que abrange toda a família e a sociedade”, declarou.

Para o secretário municipal de Saúde de Porto Alegre, Fernando Ritter, é necessário envolver a família e as equipes multiprofissionais de saúde. “Sabemos que o processo é difícil, mas os benefícios são infinitamente maiores”. Ritter enfatizou os baixos índices, no Estado e em Porto Alegre, de amamentação exclusiva até o sexto mês. “Para mudar isso, precisamos trabalhar na divulgação das vantagens do leite materno”, concluiu.

A promotora da Infância e Juventude de Porto Alegre, Cinara Braga, ressaltou o elo afetivo e emocional estimulado pela amamentação. Cinara também destacou a importância do seminário: “Precisamos preparar profissionais de saúde para ajudar no processo”.

O objetivo da atividade, realizada no auditório do Ministério Público Estadual, em Porto Alegre, é melhorar os índices de aleitamento materno no Rio Grande do Sul e qualificar os profissionais que trabalham em hospitais, unidades básicas de saúde, estratégias de saúde da família, escolas e meio acadêmico. O evento é promovido pela Secretaria Estadual da Saúde, em parceria com o MP.

Atenda aos temas relacionados à prevenção em saúde e seguindo o calendário da campanha “Saúde Preventiva: Pratique essa Ideia!”, a AMRIGS foi uma das entidades apoiadoras do evento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confira outras notícias

plugins premium WordPress