Saúde intensifica ações contra a dengue na Zona Norte de Porto Alegre

Categoria:

Compartilhar:

publicada em

Saúde intensifica ações contra a dengue na Zona Norte de Porto Alegre

A partir desta semana, os agentes de endemias vão intensificar as visitas domiciliares no bairro Passo d´Areia, onde nesse sábado, 9, a Equipe de Vigilância de Roedores e Vetores da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) realizou a aplicação de inseticida para o mosquito adulto. Os moradores serão orientados sobre os cuidados de prevenção ao mosquito causador da dengue, zika e chikungunya. A atividade também busca identificar possíveis outros casos da doença no bairro.
 
A aplicação de inseticida ocorreu em trechos do lado esquerdo e direito da avenida Brasiliano de Morais, limitado pela rua Itacolomi, avenida Assis Brasil, rua Esporte Clube São José e rua Tupanciretã. Mosquitos Aedes aegypti coletados em duas armadilhas no bairro, no dia 22 de dezembro, foram positivos para o vírus da dengue. Os resultados, concluídos nessa sexta-feira, 8, pela análise da empresa Ecovec, de Minas Gerais, mostram que a circulação viral é pequena, mas pode originar casos de dengue na cidade.
 
Armadilhas – A vigilância do mosquito adulto é realizada por meio de 818 armadilhas do Sistema de Monitoramento Inteligente da Dengue (M.I. Dengue), colocadas em 26 bairros da cidade. Semanalmente, os agentes de combate a endemias da SMS vistoriam as armadilhas e enviam as informações por celular para o sistema de gestão, atualizando a condição de infestação do mosquito na cidade. Os mosquitos coletados são enviados para a análise da presença do vírus da dengue. 
 
Desde fevereiro, as informações do M.I. Dengue estão disponíveis no Centro Integrado de Comando da Cidade de Porto Alegre (Ceic), garantindo mais agilidade e eficácia à prevenção e combate à dengue na Capital, pois permite que as demais secretarias e departamentos do município utilizem as informações para as suas próprias ações institucionais. No site www.ondeestaoaedes.com.br (Onde Está o Aedes”), está disponível o mapa semanal de infestação do mosquito adulto nos bairros onde as armadilhas estão localizadas. Em Porto Alegre, em 2016, não foram confirmados ainda casos de dengue importados nem autóctones.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confira outras notícias

plugins premium WordPress