Você está protegido contra o HPV e outras complicações?

Você está protegido contra o HPV e outras complicações?

Categoria:

Compartilhar:

Você está protegido contra o HPV e outras complicações?

O HPV (vírus do papiloma humano, do inglês human papiloma virus) é uma infecção sexualmente transmissível, provocado por vírus que atacam, especialmente, as mucosas (oral, genital ou anal), tanto nas mulheres como nos homens. Além da transmissão sexual, a mãe pode infectar o bebe durante a gestação ou parto. Existem mais de 200 variações desse tipo de vírus. A maioria está associada a lesões benignas, como o aparecimento de verrugas, que podem ser clinicamente removidas.
Existem 12 subtipos de HPV que estão, segundo a literatura científica, associados aos cânceres do colo do útero, de pênis, de orofaringe e, até mesmo, de câncer reto-anal. No Brasil, há predominância na circulação de quatro subtipos que atingem tanto homens quanto mulheres.
Em curto prazo, a infecção não apresenta qualquer tipo de sintoma. Em longo prazo, o diagnóstico geralmente aparece quando a infecção já provocou o surgimento desses cânceres.
Sintomas do HPV
O HPV pode ser, durante o curso da infecção, totalmente assintomático. Ou seja, a pessoa está infectada e não apresenta qualquer sinal e ou sintoma da doença.
Entretanto, essa infecção pode causar verrugas genitais, uma doença chamada de Condiloma Acuminado. As verrugas podem acontecer tanto na genitália externa quanto interna. Em algumas pessoas aparece também no canal anal e na mucosa da boca ou da orofaringe (parte da garganta logo atrás da boca).
“Essas verrugas têm um tratamento que é praticamente cosmético porque é preciso queimar essas verrugas, seja através de cauterização química ” com um líquido que é um ácido ” ou através de cauterização elétrica ou a frio. Dizemos que é cosmético porque a infecção pelo HPV fica no organismo da pessoa. Ou seja, mesmo quando você elimina as verrugas genitais, a infecção persiste e pode também ser transmitida para outras pessoas. Então a pessoa não cura da infecção viral pelo HPV”, explica a diretora do Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde, Adele Benzaken.
Como se prevenir
O Governo Federal, por meio do Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde, oferta a vacina contra o HPV gratuitamente. Meninas entre 9 e 14 anos devem procurar uma das 36 mil salas de vacina espalhadas por todo Brasil para se vacinarem. São duas doses, sendo que a última deve ser tomada seis meses após a primeira. Já os meninos de 12 e 13 anos vão poder ser vacinados a partir do ano que vem.
A faixa etária para a imunização contra o HPV foi escolhida com base em pesquisas sobre o comportamento sexual do brasileiro. O ideal é que a vacina seja administrada antes do início da vida sexual do indivíduo que, no país, em média, começa aos 15 anos de idade. Por isso o público-alvo está abaixo dessa idade, pois, supostamente, ainda não foi exposto ao vírus.
O Brasil é um dos pioneiros na oferta de vacina contra o HPV para os meninos. É o primeiro país da América do Sul e o sétimo do mundo a adotar a estratégia como política de saúde pública. A adoção dessa estratégia só foi possível graças à economia feita pela atual gestão do Ministério da Saúde durante os cem primeiros dias de governo.

Confira outras notícias

WhatsApp Image 2023-12-08 at 12.36.04 PM (1)

Compromisso contínuo: AMRIGS fortalece parceria com SOGAMT em noite de posse

A Associação Médica do Rio Grande do Sul (AMRIGS) prestigiou, na noite desta quinta-feira, dia 07 de dezembro, a cerimônia de posse da nova diretoria da Sociedade Gaúcha de Medicina do Trabalho (SOGAMT).  O evento, que marcou o início de um novo ciclo na entidade, contou com a participaçã...
Thumb Site

AMRIGS e Audi reforçam Parceria para Oferecer Condições Especiais na Linha de Veículos ...

A Associação Médica do Rio Grande do Sul (AMRIGS) ampliou uma parceria estratégica com a Audi, consolidada no estado gaúcho. A distribuidora exclusiva da marca das quatro argolas, Grupo de Concessionárias Top Car, sediada no Rio Grande do Sul, está lançando, neste mês de dezembro, uma série de co...
Thumb

Através de pesquisa, projetos Caravana Digital e Ciclo de Palestras serão reformulados ...

A Associação Médica do Rio Grande do Sul (AMRIGS), reconhecida no estado e no Brasil como a casa do médico gaúcho, está em processo de reformulação de dois de seus principais projetos científicos: a Caravana Digital e o Ciclo de Palestras. A entidade septuagenária objetiva questionar médicos e mé...
plugins premium WordPress