AMRIGS - Associação Médica do Rio Grande do Sul
    
 
Área do Associado



 


 

 
   
 

Fatores que envolvem amamentação são tema de debate em Porto Alegre

A Jornada do Aleitamento Materno, que ocorre nesta sexta-feira (04/08), no Centro de Eventos AMRIGS, tem como objetivo debater a complexidade que envolve a amamentação. O evento integra a programação da Semana Estadual e Mundial de Amamentação (SMAM), reunindo 700 profissionais da saúde. Realização da Secretaria Estadual da Saúde (SES), a atividade tem o apoio da Associação Médica do Rio Grande do Sul (AMRIGS).

- Já desenvolvemos um projeto “Saúde preventiva: Pratique essa ideia!”, cujo objetivo é justamente evitar o surgimento de doenças. Como pediatra, entendo também que o aleitamento materno e uma boa dieta nas primeiras fases de vida diminuem o risco de hipertensão e obesidade nas crianças. Nosso objetivo é oferecer o espaço para que possamos debater e incentivar a prática – destacou o presidente da AMRIGS, Alfredo Floro Cantalice Neto.

Uma pesquisa sobre a prevalência do aleitamento materno nas primeiras horas de vida das crianças, publicado pelo Ministério da Saúde em 2009, apontou que entre os 34.366 bebês nascidos nas capitais brasileiras e no Distrito Federal, 67,7% mamaram na primeira hora de vida. Em Porto Alegre, esse índice é de 71,9% entre as 1.099 crianças recém-nascidas. 

O pediatra, representante da Sociedade de Pediatria do Rio Grande do Sul (SPRS), que também atua na Seção da Criança, do Departamento de Ações em Saúde da SES, Érico Faustini, afirma que a prática do aleitamento materno envolve diversos fatores, interferindo na sua realização.

- A ação pode ter uma intervenção de necessidades especiais da mãe, como idade, paridade, experiências anteriores, influências do aleitamento de outras pessoas, além de sofrer com situações específicas da criança e questões culturais. Devido a esta complexidade, o número de crianças que têm acesso ao aleitamento materno exclusivo é menor – explicou Faustini.

Colega do pediatra na SES e na diretoria da SPRS, a médica Célia Magalhães destacou a importância do evento para capacitar os profissionais da saúde para conhecer o assunto com maior profundidade, promovendo nos seus locais de trabalho as vantagens da ação para as crianças.

Já o secretário estadual de Saúde, João Gabbardo dos Reis, agradeceu o apoio da AMRIGS na realização do evento, destacando a parceria com a entidade na promoção de debates de interesse da população em geral.

- Temos prestigiado este evento todos os anos, devido a sua importância para a pediatria, no sentido de proteção, redução de doenças, possibilidade de receber os anticorpos da mãe e reduzir a mortalidade infantil. Além disso, melhora o vínculo afetivo entre mãe e recém nascido, fundamental para o desenvolvimento dos primeiros dias e meses de vida. Se queremos uma criança feliz, o aleitamento materno é fundamental. – comentou Gabbardo.

Os debates da Jornada abordam a tendência da amamentação nas coortes de Pelotas; principais demandas da prática; a influência do estado nutricional materno pré-gestacional; manejo do aleitamento materno; e ofereceu ainda a apresentação de uma esquete teatral.

A programação da Semana Estadual do Aleitamento 2017 contou ainda com o IX Seminário Estadual da Semana Mundial da Amamentação e IV Seminário Estadual da Estratégia Amamenta Alimenta Brasil, reunindo, no total, 1500 participantes.

Na cerimônia de abertura da Jornada do Aleitamento Materno fizeram-se presentes, ainda, a diretora do Departamento de Políticas para as Mulheres, Salma Valêncio, representando a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social, Trabalho, Justiça e Direitos Humanos; o diretor do departamento de ações em saúde da SES, Elson Farias; a presidente do Conselho Regional de Nutricionistas - 2a região, Glaube Raquel Conceição Riegel e o representante do Conselho Regional de Fonoaudiologia - 7a região, Claudio Gabana. 

Fonte: Ascom/AMRIGS
Fotos: Não Contém
Data: 04/08/17      Atualizada em: 04/08/17
Tags: Amamentação , saúde preventiva , Secretaria Estadual da Saúde/RS ,









 
ARTIGOS

A fragilidade da democracia da República do Brasil
Dr. Albino Julio Sciesleski
Conscientização e prevenção sobre a Doença Falciforme
Dr. Alfredo Floro Cantalice Neto
Em defesa do plano de carreira no setor público
Dr. Alfredo Floro Cantalice Neto
Ver Todas
JORNAL AMRIGS

Ver Todas
REVISTA DA AMRIGS

Ver Todas
AMRIGS NA MIDIA

Ver Todas