AMRIGS - Associação Médica do Rio Grande do Sul
    
 
Área do Associado



 


 

 
   
 

Dermatologistas discutem práticas e tratamentos em evento na capital

42ª Jornada Gaúcha de Dermatologia ocorre até sábado (21/10) no Hotel Sheraton

O aumento expressivo das técnicas de preenchimento facial exige dos dermatologistas um amplo conhecimento das estruturas do rosto para evitar possíveis sequelas, conforme destacou o médico Alfredo Jacomo (SP) na abertura do curso “Anatomia da face aplicada a tratamentos estéticos dermatológicos”. A apresentação, na manhã desta sexta-feira (20/10), deu início à programação da 42ª Jornada Gaúcha de Dermatologia, promovida pela Sociedade Brasileira de Dermatologia - Secção RS (SBD-RS).

- Compreender a anatomia é importante para todas as especialidades médicas. Para os dermatologistas, é ainda mais essencial, pois, atualmente, vemos o desenvolvimento de técnicas de preenchimentos que exigem conhecimentos profundos de detalhes da anatomia do rosto. Temos que conhecer a estratigrafia que vamos trabalhar. Na face, encontramos três camadas: pele, tecido celular subcutâneo (camada areolar) e músculos. Ainda, é importante saber de que forma ocorre a irrigação sanguinea, para não correr riscos de oclusão vascular – destacou Jacomo.

O profissional relatou que podem ocorrer sérias lesões e casos graves devido à falta de conhecimento do profissional que está aplicando algum tratamento dermatológico.

- Necroses e até cegueiras já ocorreram em casos de profissionais que não entendiam totalmente a região da face em que estavam trabalhando. Esses casos acontecem pela falta de conhecimento na anatomia facial. Por isso, eu demonstro a anatomia topográfica da face para os dermatologistas com imagens feitas por mim, com cadáveres que conseguem transmitir a realidade do corpo – afirmou.

Pela manhã, o evento contou com outros dois painéis: Bloqueios faciais e áreas de risco cirúrgico, ministrado pelo dermatologista Fernando Cafrune e Áreas de risco da face para injetáveis, apresentado pela médica Rosemarie Mazzuco.

Emergências como paradas cardíacas, respiratórias, AVC, anafilaxia ou síncopes não são comuns, mas podem ocorrer durante o atendimento ao paciente no consultório dermatológico. Por isso, o assunto foi tratado pela médica intensivista Marina Verçoza Viana, que conversou com os participantes sobre o atendimento destes casos.

- Deve-se ter conhecimento e preparo para manter a tranquilidade e a maior calma possível em casos emergenciais. Esses eventos podem acontecer em qualquer lugar. Por isso, é essencial que o dermatologista saiba fazer o básico para salvar a vida desta pessoa. Parece um acontecimento distante, mas um exemplo de caso que pode ocorrer é o paciente ter uma reação alérgica a algum medicamento. Então, saber os protocolos estabelecidos para o salvamento para cada caso em particular – salientou.

Ainda durante a Jornada, o curso comparativo apresentou a renovação do conhecimento de uso de tecnologias de ponteiras sobre algumas plataformas utilizadas pelos especialistas. O PhD em fotomedicina, Alvaro Boechat, falou sobre um tratamento recém-chegado ao Brasil, que oferece, no mesmo equipamento, com luz intensa pulsada, radiofrequência multipolar e radiofrequência fracionada, a possibilidade de tratar em uma única sessão manchas, flacidez e rugas profundas.

A radiofrequência fracionada também foi destacada na apresentação do dermatologista, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica, Abdo Salomão Júnior (MG). O método, mais ágil, utiliza microagulhas banhadas a ouro. O médico explanou, ainda, sobre o ultrassom multifocado, capaz de tratar a flacidez da face em vinte minutos. O assunto também foi tratado pelo médico Moyses Lemos, que afirmou que a soma da associação das ponteiras, laser e da luz intensa pulsada apresenta melhores resultados para o paciente, possibilitando o tratamento estético e patológico. Novos usos de ponteiras para alcançar alta performances e abordagens específicas foram os temas apresentados pelo dermatologista Paulo Notaroberto (RJ) durante o curso.

O primeiro dia da 42ª Jornada Gaúcha de Dermatologia também abriu espaço para debates sobre receitas manipuladas, visando auxiliar médicos dermatologistas sobre indicações e novidades, com palestras das farmacêuticas Christine Chaves, Inara Bernardi e Ana Raquel Medeiros.

A 42ª Jornada Gaúcha de Dermatologista segue no sábado (21/10) das 8h às 18h no Hotel Sheraton, em Porto Alegre (RS). Outras informações podem ser obtidas no site sbdrs.com.br.

Fonte: PlayPress Assessoria e Conteúdo
Fotos: Roberto Furtado
Data: 24/10/17      Atualizada em: 24/10/17
Tags: dermatologia , anatomia , rosto ,



Fotos :
     





 
ARTIGOS

Sentir-se Médico
Dr. José J. Camargo
A fragilidade da democracia da República do Brasil
Dr. Albino Julio Sciesleski
Conscientização e prevenção sobre a Doença Falciforme
Dr. Alfredo Floro Cantalice Neto
Ver Todas
JORNAL AMRIGS

Ver Todas
REVISTA DA AMRIGS

Ver Todas
AMRIGS NA MIDIA

Ver Todas