AMRIGS - Associação Médica do Rio Grande do Sul
    
 
Área do Associado



 


 

 
   
 

Dermatologistas discutem práticas e tratamentos em evento na capital

42ª Jornada Gaúcha de Dermatologia ocorre até sábado (21/10) no Hotel Sheraton

O aumento expressivo das técnicas de preenchimento facial exige dos dermatologistas um amplo conhecimento das estruturas do rosto para evitar possíveis sequelas, conforme destacou o médico Alfredo Jacomo (SP) na abertura do curso “Anatomia da face aplicada a tratamentos estéticos dermatológicos”. A apresentação, na manhã desta sexta-feira (20/10), deu início à programação da 42ª Jornada Gaúcha de Dermatologia, promovida pela Sociedade Brasileira de Dermatologia - Secção RS (SBD-RS).

- Compreender a anatomia é importante para todas as especialidades médicas. Para os dermatologistas, é ainda mais essencial, pois, atualmente, vemos o desenvolvimento de técnicas de preenchimentos que exigem conhecimentos profundos de detalhes da anatomia do rosto. Temos que conhecer a estratigrafia que vamos trabalhar. Na face, encontramos três camadas: pele, tecido celular subcutâneo (camada areolar) e músculos. Ainda, é importante saber de que forma ocorre a irrigação sanguinea, para não correr riscos de oclusão vascular – destacou Jacomo.

O profissional relatou que podem ocorrer sérias lesões e casos graves devido à falta de conhecimento do profissional que está aplicando algum tratamento dermatológico.

- Necroses e até cegueiras já ocorreram em casos de profissionais que não entendiam totalmente a região da face em que estavam trabalhando. Esses casos acontecem pela falta de conhecimento na anatomia facial. Por isso, eu demonstro a anatomia topográfica da face para os dermatologistas com imagens feitas por mim, com cadáveres que conseguem transmitir a realidade do corpo – afirmou.

Pela manhã, o evento contou com outros dois painéis: Bloqueios faciais e áreas de risco cirúrgico, ministrado pelo dermatologista Fernando Cafrune e Áreas de risco da face para injetáveis, apresentado pela médica Rosemarie Mazzuco.

Emergências como paradas cardíacas, respiratórias, AVC, anafilaxia ou síncopes não são comuns, mas podem ocorrer durante o atendimento ao paciente no consultório dermatológico. Por isso, o assunto foi tratado pela médica intensivista Marina Verçoza Viana, que conversou com os participantes sobre o atendimento destes casos.

- Deve-se ter conhecimento e preparo para manter a tranquilidade e a maior calma possível em casos emergenciais. Esses eventos podem acontecer em qualquer lugar. Por isso, é essencial que o dermatologista saiba fazer o básico para salvar a vida desta pessoa. Parece um acontecimento distante, mas um exemplo de caso que pode ocorrer é o paciente ter uma reação alérgica a algum medicamento. Então, saber os protocolos estabelecidos para o salvamento para cada caso em particular – salientou.

Ainda durante a Jornada, o curso comparativo apresentou a renovação do conhecimento de uso de tecnologias de ponteiras sobre algumas plataformas utilizadas pelos especialistas. O PhD em fotomedicina, Alvaro Boechat, falou sobre um tratamento recém-chegado ao Brasil, que oferece, no mesmo equipamento, com luz intensa pulsada, radiofrequência multipolar e radiofrequência fracionada, a possibilidade de tratar em uma única sessão manchas, flacidez e rugas profundas.

A radiofrequência fracionada também foi destacada na apresentação do dermatologista, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica, Abdo Salomão Júnior (MG). O método, mais ágil, utiliza microagulhas banhadas a ouro. O médico explanou, ainda, sobre o ultrassom multifocado, capaz de tratar a flacidez da face em vinte minutos. O assunto também foi tratado pelo médico Moyses Lemos, que afirmou que a soma da associação das ponteiras, laser e da luz intensa pulsada apresenta melhores resultados para o paciente, possibilitando o tratamento estético e patológico. Novos usos de ponteiras para alcançar alta performances e abordagens específicas foram os temas apresentados pelo dermatologista Paulo Notaroberto (RJ) durante o curso.

O primeiro dia da 42ª Jornada Gaúcha de Dermatologia também abriu espaço para debates sobre receitas manipuladas, visando auxiliar médicos dermatologistas sobre indicações e novidades, com palestras das farmacêuticas Christine Chaves, Inara Bernardi e Ana Raquel Medeiros.

A 42ª Jornada Gaúcha de Dermatologista segue no sábado (21/10) das 8h às 18h no Hotel Sheraton, em Porto Alegre (RS). Outras informações podem ser obtidas no site sbdrs.com.br.

Fonte: PlayPress Assessoria e Conteúdo
Fotos: Roberto Furtado
Data: 24/10/17      Atualizada em: 24/10/17
Tags: dermatologia , anatomia , rosto ,



Fotos :
     





 
ARTIGOS

A fragilidade da democracia da República do Brasil
Dr. Albino Julio Sciesleski
Conscientização e prevenção sobre a Doença Falciforme
Dr. Alfredo Floro Cantalice Neto
Em defesa do plano de carreira no setor público
Dr. Alfredo Floro Cantalice Neto
Ver Todas
JORNAL AMRIGS

Ver Todas
REVISTA DA AMRIGS

Ver Todas
AMRIGS NA MIDIA

Ver Todas