Notícias

09/07/2019 - AMB alerta: cigarro eletrônico também vicia e faz mal à saúde



Apesar de representar um risco para a saúde, o cigarro eletrônico vai voltar a ser discutido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em agosto. O presidente da Comissão de Combate ao Tabagismo da ABM, Alberto Araújo, conversou com a reportagem do @jornaloglobo sobre o assunto e reforçou: e-cigarro é cigarro!

“Já vivemos essa história antes. A indústria está se apropriando de forma indevida da ideia de redução de danos. Tivemos os cigarros com filtro, que chegaram a ser produzidos com amianto, um produto altamente cancerígeno. Depois, produtos com menor teor de alcatrão e nicotina, mas que viciavam ainda mais”, explicou ao jornal.

Ele ainda detalhou os perigos presentes nos cigarros eletrônicos e de tabaco aquecido. “O principal risco é que possam causar maior dependência química do que cigarros normais. Depois de um esforço de décadas para controlar o tabagismo, diminuir o acesso dos jovens e reduzir a ocorrência de doenças custosas para a saúde, a Previdência e a produtividade no geral, estamos trazendo produtos com capacidade de liberar quantidades maiores de nicotina, além de voltar a normalizar o cigarro na sociedade”, reforçou Alberto Araújo.

Leia a matéria completa: https://oglobo.globo.com/sociedade/anvisa-fara-audiencia-publica-para-decidir-se-libera-cigarros-eletronicos-23791101

Fonte: Ascom AMB

Foto: Divulgação AMB



Todas Notícias