Governo do Estado analisa implantação de Organizações de Procura de Órgãos e Tecidos para Transplantes

Governo do Estado analisa implantação de Organizações de Procura de Órgãos e Tecidos para Transplantes

Categoria:

Compartilhar:

Governo do Estado analisa implantação de Organizações de Procura de Órgãos e Tecidos para Transplantes

O governo do Estado, por intermédio da Secretaria Estadual da Saúde (SES/RS), reuniu hoje (14/9) representantes de hospitais da rede gaúcha para avaliar e planejar as etapas do processo de implementação do Sistema Informatizado de Regulação do Rio Grande do Sul e o plano de implantação de seis Organizações de Procura de Órgãos e de Tecidos (OPOs). O encontro é realizado no auditório do Centro Administrativo Fernando Ferrari (Borges de Medeiros, 1501), em Porto Alegre, e prossegue até as 18 horas. 

Conforme o coordenador da Central de Transplantes, Eduardo Elsade, o encontro foi organizado para que a SES/RS fizesse uma prestação de contas do que já foi feito na área e apresentar projetos para os próximos meses. A diretora do Departamento de Assistência Hospitalar e Ambulatorial (DAHA), Aglaé Regina da Silva, reconhece a preocupação pelas perdas na área de transplantes, mas que o Estado trabalha na reorganização e na transparência do processo.

– A SES/RS está envolvida nessa missão e queremos recuperar espaços, disse.

A coordenadora do Sistema Nacional de Transplantes do Ministério da Saúde, Rosana Reis Nothen, apresentou o Modelo Brasileiro para Doação de Órgãos e Tecidos. Disse que o Ministério da Saúde reconhece a importância do Estado pelo seu pioneirismo e capacidade na área. Lembrou que entre as premissas da lei do transplante está garantir a igualdade de acesso, o cumprimento dos preceitos legais, e a avaliação e controle dos resultados – este “talvez o ponto mais fraco do sistema”. Entre os aspectos a considerar, reconheceu a extrema heterogeneidade dos estabelecimentos de saúde, no Brasil, quanto a sua natureza, vocação e capacidade de gestão e a necessidade de classificação dos hospitais por critérios objetivos que permitam auditorias. Reconheceu ainda que o financiamento na área da saúde é baixo em relação a outros países da América Latina.

Está prevista a implantação de seis OPOs no Estado – em Canoas, Passo Fundo, Rio Grande, Lajeado e duas em Porto Alegre. As OPOS são equipes médicas responsáveis pela vigilância dos casos de morte encefálica nas UTIs dos hospitais. A escolha das sedes considerou a distribuição geográfica e o número de internações em UTI e buscou abranger as maiores macrorregiões do Estado.

Presente em 70 hospitais sob gestão estadual, o Sistema Informatizado de Regulação permite o controle e agendamento de consultas e cirurgias, possibilita o acompanhamento em tempo real dos pacientes internados nas UTIs e controla as contratualizações com os hospitais, apresentando em tempo real seu histórico de produção.

Confira outras notícias

thumb site

AMRIGS celebra formatura de novos especialistas do Hospital São Lucas da PUCRS

Em um momento repleto de emoções e conquistas, a Associação Médica do Rio Grande do Sul (AMRIGS) participou da cerimônia de formatura dos residentes do Hospital São Lucas da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), realizada no Salão de Atos no dia 22 de fevereiro. O pres...
thumb site

Hospital Ernesto Dornelles forma 29 residentes em 12 especialidades médicas

A noite de quarta-feira, dia 21 de fevereiro, foi marcada pela formatura de mais uma turma do Programa de Residência Médica do Hospital Ernesto Dornelles, parceiro da Prova AMB/AMRIGS, aplicada anualmente. A cerimônia, que aconteceu no Clube Sogipa em Porto Alegre, contou com a presença do presid...
WhatsApp Image 2024-02-20 at 11.34.45 AM

Crescimento da Prova AMB/AMRIGS é pauta em reunião com AMB e federadas brasileiras

Na noite do dia 19 de fevereiro, representantes da Associação Médica do Rio Grande do Sul (AMRIGS), da Associação Médica Brasileira (AMB) e das federadas dos estados do Ceará (CE), Pará (PA), Pernambuco (PE), Rio de Janeiro (RJ), Santa Catarina (SC) e Maranhão (MA) reuniram-se de forma híbrida pa...
plugins premium WordPress